São muitos os atrativos a se descobrir em uma viagem ao Recife.

A cidade, histórica e moderna, conta com opções que vão desde suas belas praias, vida noturna agitada e pontos turísticos super interessantes espalhados por todo os lugares.

Amantes da história e arquitetura encontrarão aqui um verdadeiro tesouro: O Marco Zero, a Rua do Bom Jesus, o Instituto Ricardo Brennand e o Centro Cultural Judaico, são algumas das opções que você não pode deixar de conhecer.

No Litoral de Pernambuco, destinos como Porto de Galinhas, Praia dos Carneiros e a Praia de Calhetas são verdadeiros paraísos tropicais de águas quentinhas e super agradáveis para você aproveitar a partir do Recife.

Conheça um pouco mais sobre alguns dos melhores atrativos da cidade e comece ainda hoje a programar sua viagem.

Pontos Turísticos do Recife

Recife, assim como outros maravilhosos destinos do Litoral Nordestino, é um verdadeiro mix entre centros urbanos e belos cenários tropicais, com uma particularidade: a cidade ainda preserva muitos dos seus traços do período colonial, legado deixado pelas culturas portuguesas e holandesas que aliados com obras de revitalização tornam o passeio ainda mais interessante.

A maior parte desses pontos estão localizados no Recife Antigo, bairro histórico que apresenta um importante conjunto arquitetônico que conta a história da cidade, de Pernambuco e do Brasil colonial.

Continue a leitura e conheça alguns desses pontos.

Praça do Marco Zero

Praça do Marco Zero - Recife Antigo
Praça do Marco Zero – Recife Antigo. Foto: Ministério do Turismo

O Marco Zero, na praça do Rio Branco, é um dos principais pontos de interesse para os amantes de história que visitam o Recife Antigo.

O ponto é conhecido como o local de fundação do Recife e também como referência inicial para a marcação das distâncias calculadas a partir da cidade.

No centro do solo da praça, preste atenção na Rosa do Ventos, do artista plástico pernambucano Cícero Dias. Com cerca de 40 m², a peça, inspirada em sua obra “Eu vi o mundo… Ele começava no Recife”, é formada por pedras de quartzo e granito com pigmentação colorida, misturando elementos subjetivos, geométricos e astrológicos para sustentar a mensagem do artista.

Em frente a Praça do Marco Zero, você encontrará o Centro de Artesanato de Pernambuco, um dos melhores locais da cidade para você descobrir – e comprar, os mais diversos tipos de artesanatos locais.

Centro de Artesanato no Recife.
Centro de Artesanato no Recife. Foto: Portal do Artesanato.

São mais de 25 mil peças feitas a base de cerâmica, madeira, vidro, metal, renda, têxtil e outros. Ah, e ainda com uma visão privilegiada do mar. imperdível!

Centro de Artesanato no Recife.
Centro de Artesanato no Recife. Foto: Portal do Artesanato.

Rua do Bom Jesus

Rua do Bom Jesus - Recife Antigo.
Rua do Bom Jesus – Recife Antigo. Foto: O Reverso do Mundo

Com muitos edifícios antigos e coloridos, trilhos de bonde e aos domingos uma feira de artesanato, a Rua do Bom Jesus, antiga rua dos Judeus, é uma das mais importantes do Recife Antigo.

O endereço teve seus primórdios ainda no século XVII, quando os holandeses tomaram Pernambuco e começaram a fazer concessões para que particulares começassem a construir prédios e estabelecimentos comerciais no antigo vilarejo.

Durante sua visita, você encontrará por aqui outros pontos importantes e culturais da cidade como a Sinagoga Kahal Zur Israel, a primeira construída nas Américas e a Embaixada dos Bonecos Gigantes, símbolos do carnaval de Recife.

Vale a pena a visita!

Torre Malakoff

Torre Malakoff
Torre Malakoff. Foto: Ministério do Turismo.

Outro importante atrativo do Recife Antigo é a Torre Malakoff, monumento histórico construído no século XIX para servir como observatório astronômico e portão monumental do arsenal da marinha.

A torre, que lembra mesquitas orientais, foi transformada em 2000 em um espaço cultural voltado principalmente a música e a fotografia, com 8 salas de exposições e um anfiteatro na parte externa para você conferir os mais diversos trabalhos de artistas locais e nacionais.

A experiência do observatório astronômico é uma das mais legais do espaço e está disponível sempre aos domingos.

Capela Dourada

Capela Dourada, Recife Antigo.
Capela Dourada, Recife Antigo. Foto: Viagem e Turismo

Ainda no Recife Antigo, outro ponto turístico de destaque é a Capela Dourada, um belíssimo templo católico pertencente à Ordem Terceira de São Francisco das Chagas.

A capela, símbolo do poderio da igreja, foi construída por Antônio Fernandes de Matos, rico mestre-pedreiro português, durante o apogeu pernambucano. Naquela época a capitania era controlada pelos senhores de engenho, nobres e ricas irmandades.

Repleto de pinturas sacras, ornadas por molduras douradas, a igreja impressiona por seus altares laterais banhados a ouro, tendo sido inaugurada em 1697 em estilo barroco-rococó, movimento artístico surgido na França como desdobramento do próprio barroco.

Interior da Capela Dourada.
Interior da Capela Dourada. Foto: Ministério do Turismo
Interior da Capela Dourada
Interior da Capela Dourada. Foto: Ministério do Turismo

Aos fundos dessa igreja está a a Igreja Santo Antonio, de 1906, outra obra prima que apresenta um belíssimo painel de azulejos portugueses.

Instituto Ricardo Brennand

Localizado no bairro da Várzea, o Instituto Ricardo Brennand é um dos pontos de visitação mais interessantes do Recife, pois tem a capacidade de agradar visitantes de todas as idades.

O local é perfeito para os apreciadores das artes, aqui expressa em exposições permanentes e temporárias, com obras nacionais e de outras partes do mundo, contando ainda, com uma biblioteca especializada em artes, história e arquitetura, com enfoque na história colonial brasileira; pinacoteca e o museu das armas, criado pelo próprio Ricardo Brennand para abrigar uma coleção de armas brancas, armaduras e obras de artes das mais diversas épocas.

xposição na Pinacoteca do Instituto Ricardo Brennand.
Exposição na Pinacoteca do Instituto Ricardo Brennand. Foto: Instituto Ricardo Brennand.

Integrada ao espaço está a Capela de Nossa Senhora das Graças, uma belíssima construção em estilo gótico assinada pelo arquiteto Elias Sultanum. O interior da capela é impressionante, ficando ainda mais encantador com os feixes de luz que invadem o local pelos vitrais coloridos.

Interior da Capela de Nossa Senhora das Chagas - Museu Ricardo Brennand -
Interior da Capela de Nossa Senhora das Chagas – Instituto Ricardo Brennand – Foto: Instituto Ricardo Brennand

Com uma bela paisagem ao ar livre, árvores, cafeteria e edifícios em forma de castelo medieval, é difícil não se surpreender com a estrutura do lugar. 

Olinda

Centro Histórico de Olinda.
Centro Histórico de Olinda. Foto: Ministério do Turismo

Não tem como vir ao Recife e deixar de visitar Olinda, essa maravilhosa cidade considerada como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade.

Distante apenas 10km de Recife, um passeio pelas ladeiras íngremes da cidade é praticamente uma viagem pelo tempo.

A arquitetura local é o grande atrativo, com igrejas, casarões seculares, museus e antigos ateliês de artesanato, são cerca de 71, segundo a prefeitura da cidade.

Do seu passado até a modernidade, a cidade apresenta-se também como pólo gastronômico da Região Metropolitana do Recife, atraindo centenas de turistas todos os dias.

Manifestações culturais também não faltam por aqui, com destaque, claro, para o frevo que embala milhões de foliões no carnaval e o tradicional maracatú.

Praias de Recife

Para além da imersão histórica e cultural, facilmente vivida nas ruas do Recife Antigo, uma visita as praias locais é imprescindível, afinal, estamos no Nordeste!

Estando no Recife as opções basicamente resumem-se em duas: A Praia de Boa Viagem e a Praia da Pina, sendo esta última não muito explorada pelo turismo local.

Se estiver com pouco tempo priorize a visita a Boa Viagem. Aqui você encontrará excelente estrutura turística e piscinas naturais que formam-se com a maré baixa.

Praia de Boa Viagem - Recife.
Praia de Boa Viagem – Recife. Foto: Ministério do Turismo

A orla é banhada por um mar de águas esverdeadas e margeada por imensos coqueirais, formando um cenário perfeito para boas caminhadas no fim da tarde ou para aproveitar as muitas barracas e quiosques instalados mo local.

Litoral Pernambucano

Seguir até as Praias do Litoral Norte e Sul de Pernambuco é programa infalível para quem está viajando pelo Recife e também procura por destinos paradisíacos e muito sol.

Descubra alguns desses destinos para rechear o seu roteiro de viagem.

Porto de Galinhas

Localizada no litoral Sul do estado de Pernambuco, há cerca de 70km de Recife, a praia de Porto de Galinhas é um local de belezas cênicas.

Com cenário paradisíaco, repleto de maravilhas naturais e berço de um rico ecossistema marinho, a pequena Vila, banhada por um mar de águas cristalinas e mornas, embora muito procurada o ano todo, ainda mantém suas raízes que podem ser vistas no artesanato de barro produzido pelos nativos e em suas jangadas que deslizam de um lado para o outro no ritmo da maré.

Sua fama deve-se principalmente ao imenso conjunto de recifes próximo da orla, formando especulares piscinas naturais de águas cristalinas onde a atração principal são os mergulhos com peixinhos coloridos.

Para chegar até essas piscinas você precisa contratar um passeio de barco catamarã que parte diretamente da praia. O trajeto por si só já um espetáculo, com uma o vista impressionante da região.

Dica importante: Porto de Galinhas oferece, para muito além das piscinas naturais, outros excelentes atrativos como passeios de buggy, centros de artesanato e uma enorme variedade de bares e restaurantes. Sendo assim, reserve ao menos dois para visitar o vilarejo. Um passeio de bate e volta saindo do Recife pode não ser suficiente para conhecer tudo isso.

Praia dos Carneiros

Praia de Carneiros.
Praia de Carneiros. Foto: Givaldo Turismo e Viagens

A Praia dos Carneiros, localizada no litoral sul de Pernambuco, concentra todos os atributos para ser considerada um verdadeiro cartão postal: coqueirais fazendo sombra na areia clara, mar de águas verdes e transparentes e muitas piscinas naturais repletas de peixes coloridos. 

De atmosfera rústica e selvagem, a praia é o habitat de animais como o bicho preguiça e araras coloridas que podem ser avistados em diversos pontos em meio à vasta vegetação.

Outra particularidade desse lugar é a capela de São Benedito, uma igrejinha localizada bem em frente ao mar e cercada por imensos coqueirais, construída ainda no século XVIII pelo Visconde do Rio Formoso.

Diferente de Porto Galinhas, esse destino não conta boa estrutura turística, mas ainda assim você encontrará boa opções de lugares para se hospedar, sendo considerado como um paraíso para quem está buscando sossego e tranqüilidade.

Uma boa dica do que fazer por aqui é simplesmente sair e caminhar pelos 6km que formam a praia e contemplar ao máximo a natureza. É revigorante!

Praia de Calhetas

A Praia de Calhetas, localizada na cidade de Cabo do Santo Agostinho, é um daqueles lugares que podemos considerar como verdadeiros oásis em meio a correria da cidade, afinal, a cidade é uma das maiores de Pernambuco.

Com um mar de águas cristalinas, calmas e quentinhas, o destino é muito procurado por banhistas e praticantes de esportes náuticos como o snorkel.

Mas se a sua intenção for mesmo só descansar e relaxar o local também é ideal para você. Além do mar, uma belíssima vegetação encontrada ao redor da praia forma um clima rústico e agradável, tornando a visita por aqui ainda mais relaxante.

Outro atrativo que merece destaque nessa praia é a tirolesa, montada no alto de um mirante, que corta parte da praia e termina e desce até ás águas quentinhas de Calhetas.








Gostou? Compartilhe nas suas Redes Sociais! :)