Viagens são uma incrível ferramenta não só para os que procuram por lazer e diversão, mas também para os que buscam por experiências autênticas e sensíveis; e é exatamente essa a proposta do Turismo de Experiência.

Mais do que visitar pontos turísticos e garantir boas fotos, o Turismo de Experiência permite sentir e viver a cultura local; seja através de vivências sociais e comunitárias, práticas de preservação ambiental ou desenvolvimento de novas habilidades com base em conhecimentos locais.

Decerto, o turismo de experiência cresce no Brasil e no mundo. Atraindo cada vez mais pessoas em busca de envolvimento emocional, cultural e até espiritual.

Inegavelmente, são muitas as experiências possíveis em um país tão grande e diverso como o nosso. Por isso, queremos te apresentar algumas delas.

Sendo assim, confira com a gente 5 incríveis experiências aqui no Brasil e descubra sobretudo, muitas brasilidades.

1. Festival Yawanawá – Aldeia Atum, Acre

dsc 2121 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Turista pintando o rosto na Aldeia Mutum, Acre – Foto: Sérgio Vale, Viagem e Turismo

Na Amazônia acriana, mas precisamente na terra indígena do Rio Gregório, está localizada a Aldeia Mutum, dos índios Yawanawá.

Aqui acontece todos os anos a Festa Mariri Yawanawá, evento primordialmente voltado para as comunidades indígenas que agora abre suas portas para 150 turistas todos os anos. 

Fugir dos roteiros tradicionais é só um detalhe para quem vive essa experiência. A programação local é principalmente pensada para garantir uma verdadeira imersão na cultura indígena.

img 6350 2 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Aldeia Mutum – Foto: Sérvio Vale, Viagem e Turismo

Danças, manifestações culturais e espirituais, música e rituais de cura fazem parte da programação do evento realizado sobretudo, em sintonia com a natureza local.

Dois turistas pousam para foto com pinturas no rosto feitas pelos índios da tribo Mutum, experiências de viagens possíveis pelo Brasil
Turista na Aldeia Mutum, Acre – Foto: Sérgio Vale, Viagem e Turismo


A experiência passa também pela comida. Durante a estádia são servidas comidas típicas (mingau, banana, comida de caça e mandioca…),bem como o tradicional arroz e feijão para quem não se adaptar.

Os hóspedes podem optar por dormir em dormitórios coletivos, redes ou camas, ou ficar em casas de famílias que vivem na aldeia.

O passeio

Não é tão simples chegar à Aldeia Mutum. A jornada é de praticamente três dias, segundo o pessoal da Viagem e Turismo.

Para chegar à aldeia o visitante deve viajar de van ou de carro por cerca de oito horas a partir de Rio Branco até o Rio Gregório.

Daqui é feita a troca do veículo por um barco. E a viagem pelo curso do rio margeando as árvores da floresta dura aproximadamente 6 horas.

É só então que o visitante finalmente chega à tão esperada aldeia Mutum. Um avião fretado deixa a volta mais curta: todo o trajeto é feito pelos ares em “apenas” um dia.

Para saber mais detalhes sobre essa experiência e como vivenciar, acesse o site da Yawanawá – Aldeia Nova Esperança

2. Alter do Chão – Uma imersão na floresta Amazônica

rio tapajos alter do chao 1 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Alter do Chão – Foto: Viagem e Turismo

Quem busca experiências de viagens realmente transformadoras, não pode deixar de conhecer o pequeno município paraense Alter do Chão, localizado a cerca de 1.457 km de Belém.

Embora ainda não muito explorado pelo Turismo, Alter do Chão não fica atrás de outros destinos famosos por aí. Anteriormente, o lugar já figurou entre as 10 praias mais lindas do Brasil, de acordo com o jornal inglês The Guardian. 

Mas o que Alter tem de melhor a oferecer, principalmente, são as incríveis experiências; envolvendo cultura local e a perfeita convivência do bixo-homem com a natureza.

Uma imersão pela Floresta Amazônica: essa é a meta de quem faz o passeio para a Floresta Nacional do Tapajós.

Barcos saem de Alter e descem o Rio Tapajós com paradas em praias e comunidades ribeirinhas em roteiros de um a 5 dias de viagem. O ponto alto é a caminhada de cinco horas até uma gigantesca sumaúma.

E a propósito: a sumaúma é a maior árvore da Amazônia, chegando a 65 metros de altura. É considerada sagrada para os povos indígenas.

O passeio de barco até a Reserva Extrativista Tapajós também leva até comunidades extrativistas. Além de oferecer trilhas pela mata, visita e participação em projetos sociais e experiências de convivência com nativos.

pa261 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Casa de pau-a-pique com teto de sapé em Alter do Chão (PA). As experiências culturais por aqui passam também por hospedar-se junto com moradores locais – Foto: Viagem e Turismo

O tempero humano do ribeirinho é outro grande diferencial do roteiro que, ao final da viagem, faz o turista levar na mala e na alma a energia da Amazônia brasileira.

3. Vale do Jequitinhonha – Fazendo Arte com o barro

O Vale do Jequitinhonha, situado ao Norte de Minas Gerais, é considerado uma das regiões mais pobres do país. Mas surpreendentemente, essa é uma das regiões com maior capital humano para quem busca, primordialmente, experiências de viagens transformadoras.

Baseado no desenvolvimento do Turismo Comunitário, quem escolhe essa região como destino de sua viagem encontrará antes de mais nada, um celeiro artístico e cultural.

Por aqui são produzidos os mais diversos artesanatos. Entre eles trabalhos em couro, bordados, tecelagem, desenho, música, esculturas em madeira, cestaria, pintura e o artesanato em cerâmica.

Os roteiros possíveis pela região nos levam ao dia-a-dia das paneleiras; como são conhecidas as mulheres que através de gerações, fazem do barro sua principal matéria prima de trabalho.

Captura de Tela 2019 07 04 às 10.32.05 AM - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Turistas aprendendo a construir peças de barro – Foto: Vivejar

Dessa forma, os visitantes são imersos nessa cultura. Desde o momento em que se retira o barro do solo até a modelagem e criação de linda peças.

Captura de Tela 2019 07 04 às 10.33.10 AM - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
A experiência no Vale do Jequitinhonha começa desde a retirada do barro até a produção das peças – Foto: Vivejar
Captura de Tela 2019 07 04 às 10.32.31 AM - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Turistas participando da produção de peças de barro – Foto: Vivejar

Ao mesmo tempo em que se aprende a produzir, ouvir e compartilhar estórias com essas mulheres nos mostram de forma singela, a força do povo brasileiro.

img 6321 2 1 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil

4. Nova Olinda – Vivendo a Cultura sertaneja

Quem viaja pelo Ceará de certo, não pode deixar de apreciar suas belas praias que se estendem ao longo de 450km pelo litoral.

Contudo, esse estado encantador tem muito mais a oferecer aos seus visitantes. Principalmente, experiências de viagens que nos faz mergulhar na cultura do povo sertanejo.

A Região do Cariri é uma das que mais apresentam aspectos dessa cultura. Analogamente, cidades como Juazeiro do Norte, Crato e Nova Olinda são verdadeiros museus a céu aberto que exibem com orgulho, traços marcantes da cultura cearense.

Fundação Casa Grande, Nova Olinda – CE

Mas já que o Turismo de Experiência é muito mais que apenas visitar um lugar, em Nova Olinda você poderá participar do dia a dia dos moradores; dividir sua casa, comida, narrativas e principalmente, laços que transformarão sua vida.

A experiência é intermediada pela Fundação Casa Grande, organização não-governamental criada a partir da primeira casa de Nova Olinda e que hoje abriga também, o Memorial “Homem do Kariri”

5bb652186d00008c6a261ea1 1542116954761 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Terreiro da fundação Casa Grande, Nova Olinda – CE – Foto: Fundação Casa Grande

Entre oficinais de rádio TV e escavação arqueológica, visitas a museus e rodas de conversas com personagens importantes da cultura sertaneja como Espedido Seleiro, artesão habilidoso, famoso pelo trabalho com couro, o passeio certamente é um verdadeiro mergulho nessa cultura apaixonante.

5bb652186d00008c6a261ea1 1542116959294 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
Artesanato cearense em Nova Olinda, CE – Foto: Fundação Casa Grande

É provável que o fato mais marcante dessa viagem seja a possibilidade de hospedar-se na casa de moradores locais. Compartilhar o estilo de vida simples do homem do campo.

Em outras palavras, descobrir profundamente a relação existente entre esse povo e aquilo que tem de mais forte: o orgulho de ser Nordestino.

Na foto, turistas e moradores locais pousam para uma foto sentados em frente a uma casa típica do sertão. Experiências de viagem
O bem receber é um dos traços mais fortes do povo sertanejo – Foto: Fundação Casa Grande, Nova Olinda
Dois sertanejos abrem a porta do pequeno sítio no sertão do Ceará. As experiências de viagem ficam mais aprofundadas com o turismo de experiência
O sertão espera você para uma viagem cultural emocionante – Foto: Fundação Casa Grande, Nova Olinda

Ficou interessado nesse passeio e quer saber mais detalhes? Confira abaixo mais informações e prepara-se para mergulhar nessa incrível experiência pela cultura nordestina.

5. Ponta Grossa, CE – Um mergulho na vida do pescador

Localizado a cerca de 223km da capital Fortaleza , o pequeno município de Icapuí abriga um cenário ainda pouco conhecido no Ceará, mas que certamente é um dos mais encantadores do estado: a Praia de Ponta Grossa.

Destino especial para viver o Turismo de Experiência, Ponta Grossa possibilita vivências únicas em contato com moradores locais e com a natureza rústica e preservada da praia.

Com o intuito de promover novas fontes de renda e o crescimento econômico sustentável da pequena vila de pescadores, o turismo local foi desenvolvido de forma comunitária. Dessa forma, todos os serviços são oferecidos pelos próprios moradores.

A hospedagem é realizada em pequenas pousadas no centro da vila. Ao mesmo tempo em que o café da manhã, coletivo, reúne todos os visitantes num só lugar. O que torna a experiência ainda mais especial.

A calmaria é um dos grandes diferenciais de Ponta Grossa, ao passo que é comum ver outros viajantes chegando à praia em passeios de buggy que saem de praias vizinhas como Canoa Quebrada e Fortim.

O cenário de Ponta Grossa

REDDSC 1056 1024x687 - Turismo de Experiência - Vivências no Brasil
As gigantes falésias avermelhadas de Ponta Grossa formam um cenário espetacular – Foto: Levarti

O cenário de Ponta Grossa é realmente magnífico. Na verdade um dos mais lindos de todo o Ceará.

Imensas falésias de cor avermelhada margeiam grande parte da praia, criando uma espécie de proteção natural do local.

Dessas falésias, jorram fontes de água doce que ajudam a formar pequenas piscinas naturais à beira mar, o que por si só já é um bom motivo para visitar Ponta Grossa.

Gigantes dunas de areia dourada contrastam com o vermelho das falésias. Ao mesmo tempo que o verde de plantas nativas da região criam um cenário totalmente novo.

A Praia de Ponta Grossa é um dos cenários mais encantadores do Ceará. Aqui, o turismo de experiência combina vivências sociais e ambientais
Em alguns pontos, o verde encobre as gigantes falésias criando um contraste impressionante – Foto: Levarti

Em conclusão: Ponta Grossa oferece um Turismo de Experiência que mistura vivências com as raízes do pescador e a natureza exuberante da região. Combinação perfeita para você descobrir um novo olhar!


Quer conhecer outras experiências de viagens incríveis pelo Ceará? Então confira nossa publicação abaixo e aproveita pra comentar qual será a sua próxima experiência transformadora e o que te motiva.





Gostou? Compartilhe nas suas Redes Sociais! :)

GUTE-URLS

Wordpress is loading infos from com

Please wait for API server guteurls.de to collect data from
www.levarti.com.br/experiences/fe...