Já imaginou um roteiro que inclui três dos destinos mais incríveis do Nordeste Brasileiro em uma única viagem? Pois é, essa é a Rota das Emoções, um percurso com cerca de 500km passando por dunas, mangues, lagoas de águas cristalinas, além de trilhas, aéreas verdes, prática de esportes e interação cultural nos pequenos povoados que servem como ponto de apoio durante a aventura.

Da calmaria de um passeio de barco pelo Rio Preguiças, iluminado à noite apenas pela luz do luar, ou durante o dia, pelo belíssimo espetáculo das aves Guarás, passando por divertidos passeios de buggy nas dunas de Jericoacoara até banhos refrescantes nas gigantes lagoas dos Lençóis Maranhenses; a comunhão entre o viajante e a natureza na Rota das Emoções é simplesmente perfeita.

São três áreas de proteção Ambiental, o Parque Nacional de Jericoacoara (CE), a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba (PI), e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA).

A rota criada em 2005 por Sebrae, empresários e governos locais, inclui ao menos 14 municípios, em cerca de 500 km de uma ponta a outra.

Agências de turismo local organizam os pacotes. O ideal é reservar ao menos 8 dias para aproveitar, mas você também poderá encontrar roteiros mais completos que podem levar até 15 dias durante todo o trajeto.

Um roteiro de 8 dias, por exemplo, custa em média R$ 3mil, fora passagens. Tudo depende do local de hospedagem, os atrativos que você deseja conhecer e claro, a quantidade de dias.

Outro detalhe importante para quem deseja fazer a Rota das Emoções é saber qual o melhor período para viajar. Os roteiros mais tradicionais iniciam sempre a partir dos Lençóis Maranhenses, portanto, o melhor período é entre maio e agosto, quando as lagoas já estão cheias e o cenário torna-se ainda mais cinematográfico.

Mas não limite-se a esse período: há muitos roteiros alternativos que incluem outros cenários de belezas impar em toda a rota. Como os estados são vizinhos, os deslocamentos costumam ser feitos em estradas de terra, e esse é um charme do roteiro.

Preparado para viajar? Então, confira os melhores atrativos para você explorar na Rota das Emoções e boa viagem!

Lençóis Maranhenses (MA) – Um cenário único no mundo

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.
Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Foto: Viagem e Turismo

O Maranhão é o ponto de partida da Rota das Emoções. Ou o fim, para quem começa em Jericoacoara (CE).

O estado é conhecido por ter um dos litorais mais verdes do Brasil, devido sua grande extensão de manguezais. Isso faz com que as paisagens desse lugar sejam ainda mais especiais e encantadoras.

Cinco cidades estão integradas ao roteiro: Araioses, Tutóia, Paulino Neves, Barreirinhas e Santo Amaro.

O ponto de partida mais usual é a cidade de Barreirinhas. É daqui que partem a maior parte dos passeios até o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, e também a que oferece melhor estrutura turística para receber os visitantes.

A região é repleta de trilhas de areia e rios, que só pode ser explorada por veículos 4×4. Mesmo que o trajeto seja difícil, a recompensa vale a pena.

Para se ter uma dimensão, o Parque dos Lençóis tem aérea de 156,5mil hectares, um “deserto” formando por dunas de diversos formatos e centenas de lagoas com águas cristalinas e super refrescantes, que proporcionam além de deliciosos banhos, momentos marcantes como o pôr do sol entre os paredões de areia.

Os circuitos mais tradicionais para conhecer o parque (como são chamados os passeios aos Lençóis) são o Circuito Lagoa Azul e o Circuito Lagoa Bonita.

Circuito da Lagoa Azul - Circuito da Lagoa Azul - Lençóis Maranhenses
Circuito da Lagoa Azul – Lençóis Maranhenses. Foto: Ministério do Turismo

Com cerca de 12 km de extensão (trajeto entre Barreirinhas e o Parque),o itinerário clássico até a Lagoa Azul inclui ainda visita à Lagoa da PreguiçaLagoa da EsmeraldaLagoa da Paz e Lagoa do Peixe.

Já o circuito da Lagoa Bonita, além das lagoas, inclui também, uma subida a pé em uma duna com cerca de 30m de altura, com a ajuda de uma corda, de onde é possível ter uma das vistas mais encantadoras de toda a região. Vale cada segundo do esforço na subida.

Circuito da Lagoa Bonita - Lençóis Maranhenses.
Circuito da Lagoa Bonita – Lençóis Maranhenses. Foto: Ministério do Turismo

Quem prefere algo mais rústico poderá seguir até Atins, um pequeno vilarejo localizado entre o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e o mar, atraindo cada vez mais visitantes que chegam pela região.

O pequeno vilarejo assemelha-se bastante com o clima bucólico de Jericoacoara, com ruas ainda de areia e pouco iluminadas e condições dos ventos favoráveis a prática de kitesurfing.

Para quem não está hospedado em Atins, há opções de passeios diários saindo de Barreirinhas até o pequeno vilarejo. O trajeto é um pouco extenso, leva cerca de 1h30 e é feito em veículos 4×4 que seguem por estradas de terra num saculejo típico das estradas na região.

Outra opção interessante para chegar até Atins é através dos passeios de lancha voadeira pelo Rio Preguiças, circuito que pode leva até 3h de duração – considerando as paradas durante o trajeto.

A primeira delas é no povoado de Vassouras, com dunas e água de coco, na região de Pequenos Lençóis. Mais adiante está o vilarejo de Mandacaru, com seu imenso farol de 35 metros de altura, oferecendo uma linda vista para o rio e o mar da Praia do Caburé, última parada do passeios

Por aqui, aproveite para almoçar o delicioso camarão, fruto do mar muito apreciado nessa região, e esticar as pernas em redes armadas à beira do mar.

xgastronomia.jpg.pagespeed.ic .NgFX6wJHbp - Rota das Emoções - Conheça os principais destinos - e atrativos
Peixe e camarão servidos em restaurantes da Praia do Caburé. Foto: Elisa Martins / Agência O Globo.


Atins é outra porta de entrada para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Mas não se preocupe, o cenário não é o mesmo. Nunca será. Os lençóis Maranhenses tem essa incrível particularidade: cada lagoa tem tamanho, coloração e contornos diferentes, tornando o lugar ainda mais curioso e atrativo.

Delta do Parnaíba (PI) – O Delta das Américas

Delta do Parnaíba -
Delta do Parnaíba – Um dos principais atrativos da Rota das Emoções. Foto: Ministério do Turismo

O Piauí é o estado com menor litoral do Nordeste: são cerca 66 km de praias. Mas não pense que por aqui você não encontrará paisagens tão exuberantes quanto os demais destino da região.

Os municípios de Ilha Grande, Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia, são os que fazem parte da Rota das Emoções, dando acesso a cenários formados por mar de águas mornas e tranquilas, rios, espelhos d’água, mangues, dunas, lagoas, e claro, o Delta do Parnaíba, um arquipélago com 2.700 quilômetros quadrados de área, formado por mais de 70 ilhas.

Delta do Parnaíba
Delta do Parnaíba – Foto: Ministério do Turismo

Trata-se de um raro fenômeno da natureza, que pode ser observado em poucas outras localidades terrestres, a exemplo do Rio Nilo, no Egito, e do Rio Mekong, no Vietnã.

Parnaíba é o principal ponto de partida para conhecer os melhores atrativos da região.

Agências de turismo como a Rastro Nordestino e MB Turismo, são as responsáveis por organizar passeios de lancha voadeira pelo Delta, saindo do Porto dos Tatus, distante cerca de 10km do centro da cidade, e navegando nas águas escuras do Parnaíba.

De um lado, está o Piauí. Do outro, o Maranhão, onde está a Baía das Canárias, bem perto da foz.

Baía das Canárias - Delta do Parnaíba.
Baía das Canárias – Delta do Parnaíba. Foto: Ministério do Turismo

Por entre os canais que serpenteiam pelo Rio Parnaíba, esses passeios são um atrativo especial para os praticantes do ecoturismo ou mesmo para quem deseja simplesmente vislumbrar toda essa beleza natural.

Para chegar a Baía das Canárias, um dos principais roteiros da Rota das Emoções, o passeio começa pelo Porto dos Tatus com destino ao igarapé dos Periquitos, uma área com cerca de 6km de mangues, habitat propício para os famosos caranguejos da região.

Alí, você irá observar uma demonstração da cata desse fruto do mar tão apreciado na culinária Nordestina e que é também uma das principais atividades econômicas dessa região.

Depois do mangue, as águas mornas do Parnaíba são perfeitas para mergulhos, principalmente se acompanhadas de um pôr do sol, que por aqui, parece ser um espetáculo único e exclusivo. 

Mas o passeio não acaba aí. O rio tem entre 70 e 80 ilhotas, que aparecem e desaparecem de acordo com a maré. Uma das mais é famosas é a do Caju, dormitório de bandos de aves guarás, que no fim da tarde, colorem os ceús do Parnaíba com suas asas vermelhas.

Lençóis Maranhenses
Revoada dos Guarás. Foto: Ministério do Turismo

Outros roteiros interessantes pelo Delta do Parnaíba incluem até mesmo passeios noturnos até o habitat de animais como o jacaré. Esse é sem dúvidas, perfeito para os mais aventureiros.

Jericoacoara (CE) – O paraíso do Ceará

Monumento da Pedra Furada - Jericoacoara
Pedra Furada – Jericoacoara. Foto: Ministério do Turismo

Jericoacoara – os mais íntimos e apaixonados a chamam de Jerié um dos principais destinos de toda a Rota das Emoções.

Lagoa Azul 1024x576 - Rota das Emoções - Conheça os principais destinos - e atrativos
Lagoa Azul – Cartão postal de Jericoacoara. Foto: Ministério do Turismo

Descoberta ainda na década de 70, quando os primeiros estrangeiros começam a chegar por aqui, e muitos deles ficaram até hoje, o pequeno vilarejo de difícil acesso, não à toa é considerado como um verdadeiro paraíso na terra.

A Praia já recebeu diversas honrarias como o título de 7º melhor destino do mundo, pelo site colaborativo de viagens Trip Advisor; e, em 2014, o mesmo site atribuiu o título de 10º melhor lugar para viajar e a 14ª praia mais bonita do Brasil.

Depois disso não é preciso dizer muita coisa. O charme do local, com suas ruas de areia, clima descontraído e cartões postais conhecidos mundialmente, fazem com que sua única preocupação ao desembarcar em Jeri, seja curtir e relaxar.

Poe falar em cartões postais, são muitos os que você terá para visitar em Jeri, dentre eles a Lagoa do paraíso (o nome já diz tudo), a Lagoa Azul, o Monumento da Pedra Furada e a Duna Pôr do do Sol.

Quem deseja visitar esses locais, e com certeza você vai querer, precisa contratar os tradicionais passeios de buggy ou quadriciclo. Empresas especializadas como a GF Jeri 4X4, JIC Turismo e Oba Jeri oferecem este tipo de passeios com diversas faixas de preço. Vale a pena conferir!

A vida noturna em Jeri também é agitada. Por toda a vila, há boas opções de restaurantes, servindo desde a gastronomia local ate pratos internacionais, e bares que tocam os mais diversos estilos musicais.

As opções de hospedagem também são diversas, incluindo desde os mais simples hostes até luxuosos hotéis.

Além de Jericoacoara, outras três cidades fazem parte da Rota dos Emoções no Ceará: Chaval, Barroquinha e Camocim, esta última, um dos destinos mais encantadores do Ceará.

O trajeto de Camocim até Jeri, por si só já é um grande atrativo. Dunas, Praias desertas, lagoas águas doces e manguezais, são os cenários encontrados durante a viagem, quase sempre feita de buggy.

Dica Levarti

Ficou afim de encarar a aventura e precisa de ajuda para organizar sua viagem?

LEVARTI Turismo de Experiência te ajudar a montar os melhores roteiros pela Rota das Emoções.

Totalmente personalizados para tornar sua experiência a mais incrível possível!

Consulte nossa equipe de consultores especializados e descubra esses destinos incríveis.












Gostou? Compartilhe nas suas Redes Sociais! :)